quinta-feira, 22 de novembro de 2012

UM DIA DE DOMINGO

UM DIA DE DOMINGO

Hoje é domingo, PEDE CACHIMBO!!
Tinha barro em meus pés
(RSRSRS)... O boi lambeu [ááááááiiiiii....]
Boi[lixa] limpa lima risca
Vagalume pisca-pisca voa prá lá e
Prá cá brincando de esconde-esconde!

Tem sapo na lagoa?
Teeeemmmmmmmm....

É sapo boi?
Não!!! É sapo rei
Meu pai foi Rei?
Foi! Não foi! 
Foi! Não foi!
Foi! Não foi!

Coach! Coach!....

Pernilongo dança com a mosca
Roda, roda, gira-gira
Mosca tonta vira pápa
Sapo tem fome e tudo come
E lá se vai mais uma mosca...

RSRSRSRS

Mas hoje,
Hoje é domingo!...



O TATU BOLA




O TATU BOLA



Tuti, o tatu bola 
é muito comilão (mas não come feijão!)
acorda bem cedo
prá comida buscar.

Adora formigas, cupins
frutas e ovos de insetos
larvas gordinhas ...hummmm,
é sempre muito bom!!

Tuti, adora brincar

e a terra fresquinha ele
adora virar, fuça prá lá e prá cá...

Quando sente o perigo
se enrola todinho
feito bola ele rola
deitadinho no chão...

Esse tatuzinho esperto 

nasceu no Brasil entende
de bola e virou mascote
da nossa Seleção.

Em 2014, Tuti vai usar
camisa verde e amarelo
e torcer pelo Brasil
o 'timão'do seu coração...



O SAPO




 O SAPO 

Ele mora na lagoa
e sua cama é uma folha
tem olhos  grandes e 
barriga mole. 

E quando acorda
não gosta de banho
lava o pé, advinha quem é?
Quem é?!

É o sapo Lélé!

Ele adora cantar
e sonha que no céu,
quer ter asas
e ser um anjo...

O sapo Lélé acorda
cedinho, junto
com a passarada
e vai cantar
lá na Missa do Sol.

Mas o sapo Lelé
tem muito chulé
e ninguém quer
perto dele  ficar!
Sapo Lelé abre a
boca e chora.

Buáááá... Buááááá...

Quando chega em casa
deita na cama feita de folha
e sonha um dia ter asas de anjo
pra voar lá céu e cantar.

Mas quando ele acorda
-que dó!
 vê que é um sapo gordo
e boca bem grande
e tem nos pés um terrível
chulé!!!

Tadinho do Sapo Lélé!!




GALINHA D'ANGOLA



A GALINHA D'ANGOLA




De manhã ouve-se lá no quintal:

Tô fraco! Tô fraco! Tô fraco!
É a galinha d'angola
que acordou bem cedinho,

E saiu do poleiro
em tremenda algazarra.
É um galinha nervosa
grita a toa essa gordinha
que nasceu lá na África e
mudou-se pra cá - por isso
tá sempre fraca,
é de de tanto viajar!

Ela é pintadinha,
com a cara branquinha.
Capote, cocá ou angolisa ,
o nome não importa
o que ela gosta mesmo é gritar:
Tô fraco! Tô fraco! Tô fraco!

Vai ciscando pelo quintal
bicando pedrinhas, bichinhos
e tudo que encontra.
É curiosa e adora ciscar.
Cisca, cisca - prá lá e prá cá
atrás das minhocas
mostrando aos pintinhos
a buscar o jantar :

Duas ciscadas prá direita,
uma ciscada prá trás
uma bicada e glup!
A minhoca já era
virou rango na moela
da galinha d'angola.


* para Sophia e Willian